sexta-feira, 28 de novembro de 2008

VIOLÕES

Violão Roubado

Pobre violão roubado
Tirado de mim às escuras
Onde estarás? Em que mãos?
Talvez possam tocar-te hoje
Bem melhor do que eu tocava...

Podes estar esquecido
Abandonado em um canto
Sem produzir nenhum som...

Seria este o pior destino
Pior que ainda estar aqui
Pois minhas mãos ficaram hábeis
Já poderiam dedilhar-te
Pobre violão roubado
Fostes criado para arte!

Novo Violão

Ganhei outro violão
Com este aprendi a tocar
As mais belas melodias
Que se podem imaginar

Acordes, músicas tantas
Brasileiras e estrangeiras
A cada dia aprendo mais
As mãos ficam mais ligeiras

Ainda há muito a aprender
Sei que longo é o caminho
Da bela arte do som
Mas talvez eu tenha o dom...

Um comentário:

  1. oiiiiiii adorei o blog, entra no meu, www.lupimentinhadoreino.blogspot.com

    ResponderExcluir